Indigenous Brazil

Princeton University

Tag: Karajá

O contato cultural entre os Karajá

Por viverem mais ao leste do país, os Karajá tiveram mais contato com a sociedade branca do que os grupos que ficam mais na Amazônia.

Temos evidencia desse contato em muitos lugares. Karajá é um nome que vem da língua tupi, e significa macaco grande. Na sua própria língua, os Karajá se denominam Iny, que significa nós. Então, o nome Karajá é um exemplo do contato entre grupos indígenas com os colonizadores.

Importante notar  a formação da identidade étnica entre os Karajá, apesar de morarem em lugares distintos. Já falamos sobre a língua e histórias culturais, mas também há uma marca física na forma de uma tatuagem, nas faces dos jovens, durante a puberdade. Todos tem um circulo debaixo dos olhos ,que é a marca do povo Karajá. Contudo, hoje, essa pratica não é tão popular como antes, especialmente com os jovens por causa dos preconceitos contra aas populações indígenas nas cidades. Agora, muitas vezes eles só desenham essas tatuagens nos rituais culturais com pinturas corporais, e não com tatuagens permanentes.

Kathryn Grace Phipps (Karajá)

Olá, e boas-vindas ao meu blog! Apresento aqui algumas informações introdutórias para que vocês possam conhecer o povo Karajá.

Foto por Vladimir Kozak, 2008

Os Karajá são um povo composto hoje de 3768 pessoas, que moram no Rio Araguaia, e a sua vida cultural é muito ligada ao rio. Alguns deles moram na ilha Bananal, que é a maior ilha fluvial do mundo.

Eles falam Karajá, uma língua que se divide em três línguas: Karajá, Javaé, Xambioá. As diferenças são relativas ao modo como se fala, de acordo com o gênero do falante.

Na cultura material há dois objetos centrais. O primeiro são as tatuagens tradicionais dos círculos abaixo dos olhos. O segundo, são as bonecas que as mulheres fazem para ensinar as crianças a história e a cultura Karajá.

Kathryn Grace Phipps

O contato cultural entre os Karajá

© Copyright 2019 The Trustees of Princeton University
The McGraw Center for Teaching and Learning resides within the Office of the Dean of the College